SouHuma

“Uma andorinha não faz verão”. A verdade dessa frase está no fato de que somos responsáveis pela mudança que desejamos, mas, em se tratando de mudança coletiva, é necessário que outras pessoas estejam com o mesmo pensamento e disposição para ação.

Ísis é esse tipo de pessoa que entende qual é a parte que lhe cabe na vida, buscando viver da melhor maneira possível para entregar, à próxima geração, um mundo melhor.

Foi com esse pensamento que ela partiu em busca de produtos para cuidar dos seus cabelos. Precisava de algo que não agredisse seus fios cacheados e que não gerasse resíduos tóxicos ao meio ambiente. Quando começou a pesquisar, percebeu que não era uma andorinha solitária tentando fazer verão. Havia muito mais gente com a mesma dor, mas poucas soluções comercializadas.
Eu passei a ler e procurar informações sobre os ingredientes de produtos para cuidado de cabelo, pois, como tenho o cabelo enrolado, ele sofre mais facilmente com os químicos que se colocam, e encontrei uma técnica chamada low poo, onde é informado quais ingredientes não podem ter para que se tenha um xampu e condicionador que não agridam meu cabelo e, disso, eu passei a ler os rótulos, primeiro de xampu e condicionador e, depois, de outros produtos, como sabonetes e desodorante.
Diante desse contexto, os produtos saudáveis e livres de químicas passaram a fazer parte de seu estilo de vida, que não se restringiu apenas ao âmbito de cuidados pessoais, mas passou a abranger outros aspectos de sua vida, visando sempre a sustentabilidade, um nicho que se tornou seu campo de atuação. Foi a necessidade fazendo a roda do empreendedorismo girar.
Ísis é Uma

Ísis acredita no poder transformador de pequenas ações. Ela entende que, mesmo sendo uma, entre as agentes de mudança, ao fazer a sua parte, de braços dados com as outras, a transformação será inevitável.

Formada em Engenharia Ambiental e Sanitária, ela tem se capacitado e canalizado sua energia para promover mudanças significativas no ambiente em que vive, buscando conscientizar as pessoas, com as quais tem conexão, de sua responsabilidade, como indivíduo, pelo bem-estar do seu meio.

Por conta disso, desde a faculdade, vem se envolvendo em atividades que tenham como objetivo melhorias socioambientais, por entender que não está apenas nas mãos de governantes o poder de tornar o mundo um lugar melhor para se viver.

Ela já participou de atividades extracurriculares na Universidade, atuou em algumas ONGs e desenvolveu projetos de saneamento ambiental, em área de reforma agrária; atualmente, atua no SouHUMA, um E-commerce voltado para bioprodutos que promovam sustentabilidade, com foco em higiene pessoal e beleza
Cuidar de cachos nunca foi fácil. Só quem tem sabe como é, e quem não tem certamente já conviveu com alguém que tem história para contar sobre o assunto. O desejo de ver seus cabelos saudáveis e livres de toxinas, mais o senso de responsabilidade com o mundo onde vive, levou Ísis a pesquisar produtos menos nocivos.

Dos cachos, o processo se estendeu a outros itens relativos a cuidados pessoais. Quem a conhece um pouco, sabe que esse tipo de preocupação faz parte de sua personalidade.
Eu notei que não me estavam acessíveis produtos considerados naturais e sem derivados de petróleo, então passei a estudar mais sobre e ir substituindo todos esses produtos com fabricação própria.
Quando encontrou algumas soluções viáveis, e que funcionaram muito bem para ela, foi natural compartilhar com outras pessoas próximas. À medida que encontrava informações sobre as químicas usadas em produtos de beleza, ela ficava assustada com as consequências do uso diário de tais produtos.

Entrou, então, de cabeça em pesquisas para fabricar em casa os produtos que usava, no entanto, não passou pela cabeça dela vender o que desenvolvia. Sua primeira produção caseira foi um desodorante.

Ela [a SouHUMA] surgiu organicamente e, de modo algum, pensei em vender ele [o desodorante]. Isso só se deu depois que uma tia me incentivou e, então, fiz o teste em um grupo, do Facebook, de 50 mil mulheres, apresentei ele e, em duas semanas, vendi uns 60 desodorantes, só neste grupo.

Seus pais sonharam junto com ela. A mãe forneceu os materiais necessários à fabricação dos produtos que teria que entregar às suas primeiras clientes da rede social, e seu pai fabricou uma mesa para o seu ateliê, que funcionava em um cômodo de sua casa.

OS DESAFIOS

Entre idas e vindas no processo de construção de identidade da empresa, Ísis percebeu outras demandas, que excediam o nicho de cuidados pessoais.A fabricação caseira, que começou em 2016, em uma cozinha, hoje, tornou-se um empreendimento que funciona em uma sede própria, tendo 4 sócias atuando.Muitos são os desafios de uma startup, porém foi importante ultrapassar barreiras de crenças limitantes para que o empreendimento pudesse avançar.

Vencendo o desafio pessoal, o da empresa foi entender o nicho de atuação, momento em que Ísis começou a atender demandas além de cuidados pessoais; passou a fabricar canudos de inox e copos retráteis.Percebendo que essa demanda não gerava um fluxo contínuo de clientes, fez um estudo de mercado para rever suas estratégias. Foi exatamente nesse momento que chegou a Covid, um desafio para o mundo inteiro.

Isso não foi suficiente para abalar a empresa, que conta com produtos de beleza, higiene pessoal, além de ajudar a tornar mais simples as questões relacionadas à sustentabilidade.Com um crescimento no faturamento mensal de mais de 1.000% em 2020, Ísis foca em terceirizar a produção e sair do modelo B2C para B2B, passando a vender no atacado.

O ProLíder é uma realização do Instituto Four.