DARSH

“Trabalho mais de 44 horas semanais porque, além de dar conta dos alunos dentro da escola, corrijo provas e trabalhos, preparo aula, exercícios, faço planejamentos para o bimestre, semestre, ano, me preparo para as reuniões semanais, preciso dar exercícios extras e pensar em alguma forma de ajudar os alunos que não estão conseguindo acompanhar a turma. Não sobra tempo para ter vida fora da escola.”

Se você trabalha ou trabalhou na área de educação, conhece de perto esse contexto. Ele ainda não mudou na maior parte do Brasil, mas, em Imperatriz do Maranhão, essa realidade já está começando a ser diferente.

Estuda-se muitas formas de melhorar a educação, busca-se novas metodologias para cuidar do aprendizado do aluno. Rodrigo Alexandrino é uma pessoa que ampliou o alcance de sua visão e enxergou, lá do outro lado, além do aluno, o professor. Ao perceber as necessidades, não apenas desse profissional, mas de toda a equipe pedagógica que dá suporte à sala de aula, ele colocou a mão na massa e desenvolveu um sistema que está ajudando a melhorar o ensino dos estudantes e a qualidade de vida e de trabalho dos profissionais envolvidos na educação.

É a tecnologia chegando com força nas escolas.
JOVEM EMPREENDEDOR ATENDE 100 MIL ALUNOS ATRAVÉS DE SOFTWARE EDUCACIONAL - NO INTERIOR DO MARANHÃO

Ouvem-se muitas histórias de sucesso e de grandes números, principalmente, nos grandes centros brasileiros. Quando se fala que um negócio atende a mais de 100 mil usuários, o número já seria impressionante, por si só, se o empreendimento tivesse sido desenvolvido nas grandes metrópoles, como Rio de Janeiro ou São Paulo.

E quando, na verdade, um negócio dessa magnitude nasce em uma cidade do interior? Este é o caso de Rodrigo Alexandrino, que criou a Darsh: uma edtech que oferece soluções na gestão pedagógica e proporciona ferramentas de aprendizagem para os alunos, com intuito de tornar esse aprendizado uma experiência fascinante. Isso torna o trabalho dos educadores ainda mais positivo e transforma a realidade educacional dos alunos.

Há um abismo entre o conhecimento, as habilidades necessárias a estudantes brasileiros e o que de fato eles aprendem. É histórico o baixo nível de aprendizagem na educação pública, de uma maneira geral, em função de inúmeros fatores já conhecidos pelo cidadão brasileiro; um deles, com certeza, é a falta de infraestrutura adequada, na qual a tecnologia está inclusa. A Darsh se propõe a ser uma grande parceira na erradicação desse problema, com suas soluções tecnológicas. A empresa possui um sistema de gestão escolar capaz de integrar pais, alunos e professores, gerando engajamento, maior produtividade e desenvolvimento educacional.

O empreendimento nasceu na cidade de Imperatriz, no interior do Maranhão. Hoje, já atende a uma rede de municípios, contando com mais de 100 mil alunos cadastrados no Estado do Maranhão. Eles têm trabalhado bastante para ser referência no uso de tecnologia e dados aplicados à gestão escolar no Brasil, com todos os instrumentos essenciais para a nova geração da educação, tanto no setor público quanto no privado.

Além de cuidar da gestão pedagógica, a Darsh criou o Bobby; trata-se de uma plataforma de análise de aprendizagem que ajuda as escolas a melhorarem o desempenho dos seus estudantes. Com o Bobby, o aluno realiza testes na plataforma on-line, e, por meio de análises baseadas nas suas habilidades, competências e conteúdos, o professor pode acompanhar, com mais eficácia, pontos a serem reforçados e a serem desenvolvidos. Os resultados do teste são informações específicas de cada estudante, que permitem um acompanhamento individualizado e direcionado para os principais pontos de atenção.
A INTELIGÊNCIA REAL POR TRÁS DA VIRTUAL

A Darsh foi desenvolvida por Rodrigo Alexandrino, Fellow ProLíder 2020. Ele descobriu sua paixão por tecnologia ainda na infância. Foi privilegiado por ter tido acesso a esse tipo de conhecimento com apenas sete anos de idade, quando seu pai deu para ele um computador. Além de ser o primeiro patrocinador de seus sonhos, o pai também, de quem herdou a paixão por empreendedorismo, foi seu grande exemplo.

Na Darsh, ele, que sempre tem a preocupação de cuidar da família,  passa seus dias preocupado em como cuidar melhor de quem tem o futuro nas mãos. Formou-se em Sistemas de Informação na Faculdade de Imperatriz e terminou recentemente uma pós-graduação em Ciências da Computação na Universidade Federal de Goiás.

Hoje, trabalhando com escolas municipais, Rodrigo já enxerga, em um futuro não muito distante, sua tecnologia chegando também às escolas particulares. Ele já se prepara para atender a essas demandas, mas com o intuito de expandir seus serviços para todo o Brasil, contribuindo à sua maneira, para uma educação mais igualitária e de maior qualidade no país.


SAIBA MAIS SOBRE A DARSH

O ProLíder é uma realização do Instituto Four.